CBR - Confederação Brasileira de Remo

 

Remo Internacional

Seleção disputa no Mundial Sênior 2019 primeiras vagas para Tóquio

Inicia neste domingo, 25/08, o Campeonato Mundial de Remo Sênior 2019, último evento internacional da Temporada 2019 e o primeiro evento de classificação aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020. A Seleção Brasileira de Remo participa com 13 atletas em seis provas. As disputas ocorrem na cidade de Linz, na Áustria, e vão até o dia 01/09.

Integrantes da equipe de remo paralímpico, da esquerda para a direita: Jairo Klug, Angel Santos, Diana Barcelos, Jucelino Silva, Fernando Carvalho, Erik Lima e Frederic Mallrich
Integrantes da equipe de remo paralímpico, da esquerda para a direita: Jairo Klug, Angel Santos, Diana Barcelos, Jucelino Silva, Fernando Carvalho, Erik Lima e Frederic Mallrich

A equipe formada por cinco atletas olímpicos e oito atletas paralímpicos viajou para a Áustria no dia 20/08, acompanhada pelos técnicos Bernhard Stomporowski (Flamengo), Guilherme Soares (CBR), Frederic Mallrich (Flamengo) e Fernando Carvalho (CBR). Também fazem parte da missão o fisioterapeuta Rafael Jacob, o coordenador técnico da CBR Marcello Varriale e o presidente da CBR Edson Altino Pereira Júnior. Na Temporada 2019, a CBR conta com apoio da Mormaii, fornecedora oficial do uniforme de competição.

PROVA   ATLETAS
M2- Dois Sem Masculino Xavier Vela Maggi, Pau Vela Maggi
LM1x Single Skiff Masculino Peso Leve Uncas Tales Batista
LM2- Dois Sem Masculino Peso Leve Vangelys Reinke, Emanuel Borges
PR1 M1x Single Skiff Masculino PR1 Renê Pereira
PR2 Mix2x Double Skiff Misto PR2 Josiane Lima, Michel Pessanha
PR3 Mix4+ Quatro Com Misto PR3 Angel Santos, Diana Barcelos, Erik Lima,
Jairo Klug, Jucelino Silva (Timoneiro)
Na equipe paralímpica, Renê Pereira compete no Single Skiff Masculino PR1 (PR1 M1x). O brasileiro conquistou a medalha de prata da categoria na 3ª Etapa da Copa do Mundo 2019, realizada em julho, e ficou com a 5ª posição no Mundial Sênior 2018. Em Linz, 27 barcos disputam sete vagas para Tóquio. Renê é atualmente atleta do São Salvador (BA).

• Acompanhe os resultado do Mundial Sênior 2019 na página oficial >>
• As provas terão transmissão ao vivo pelo site da World Rowing >>

Integrantes da equipe de remo paralímpico, da esquerda para a direita: Josiane Lima, Renê Pereira (abaixo), Michel Pessanha, Rafael Jacob e Guilherme Soares
Integrantes da equipe de remo paralímpico, da esquerda para a direita: Josiane Lima, Renê Pereira (abaixo), Michel Pessanha, Rafael Jacob e Guilherme Soares

Josiane Lima e Michel Pessanha também estão na disputa pela vaga em Tóquio, a dupla compete no Double Skiff Misto PR2 (PR2 Mix2x). Na raia de Linz, em 2018, Josiane e Michel conquistaram a prata da categoria na 2ª Etapa da Copa do Mundo. No mesmo ano, ficaram com a 4ª posição no Mundial Sênior. A prova possui 12 inscritos e oito vagas para os Jogos Paralímpicos. Josiane rema atualmente pelo Aldo Luz (SC) e Michel pelo Flamengo (RJ).

Estreando no Mundial, o barco Quatro Com Misto PR3 (PR3 Mix4+) fecha o time paralímpico na disputa pelas vagas em Tóquio. A equipe formada pelos atletas Angel Santos, Diana Barcelos, Erik Lima, Jairo Klug e Jucelino Silva passou o último mês em concentração no Rio de Janeiro. A dupla Diana e Jairo já disputou o Mundial Sênior em 2017 e 2018, conquistando ouro nas duas vezes pelo Double Skiff Misto PR3 (PR3 Mix2x). São 8 vagas disponíveis para Tóquio e 17 barcos inscritos na categoria. As atletas Angel e Diana remam pelo Flamengo (RJ), Jucelino pelo Guanabara (RJ), Erik pelo Cabanga (PE) e Jairo pelo Pinheiros (SP).

Pau Vela Maggi e Xavier Vela Maggi em treinamento na raia de Linz
Pau Vela Maggi e Xavier Vela Maggi em treinamento na raia de Linz

Na equipe olímpica, o Brasil disputa vaga em Tóquio com o barco Dois Sem Masculino (M2-), formado pelos irmãos Xavier Vela Maggi e Pau Vela Maggi. A dupla conquistou a medalha de prata da categoria nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. São 11 vagas disponíveis para os 29 barcos inscritos na categoria. Xavier e Pau remam atualmente pelo Flamengo (RJ).

Também competem no Mundial Sênior pela equipe olímpica os barcos Single Skiff Masculino Peso Leve (LM1x), com o atleta Uncas Tales Batista, e Dois Sem Masculino Peso Leve (LM2-), formado por Vangelys Reinke e Emanuel Borges. Estes barcos, no entanto, não disputam vagas nas Olimpíadas, pois são categorias não-olímpicas. Uncas é bicampeão do Single Skiff Peso Leve Sub 23 (BLM1x) e agora segue na busca por medalhas na categoria Sênior. Uncas é atleta do Botafogo (RJ), Vangelys e Emanuel remam pelo Flamengo (RJ).

Emanuel Borges e Vangelys Reinke durante treinamento na raia de Linz
Emanuel Borges e Vangelys Reinke durante treinamento na raia de Linz

Uncas Tales Batista disputará o Single Skiff Masculino Peso Leve na categoria Sênior
Uncas Tales Batista disputará o Single Skiff Masculino Peso Leve na categoria Sênior



Vagas para Tóquio 2020

A classificação de barcos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 será feita através de quatro eventos, sendo o primeiro o Mundial Sênior 2019. As vagas seguintes serão disputadas na Regata Continental, em abril de 2020, e na Regata Final de Qualificação, em maio de 2020. Esta última com duas etapas separadas: olímpica e paralímpica.

DATA EVENTO LOCAL
25/08 a 01/09/2019 Mundial de Remo Sênior 2019 Áustria
02 a 05/04/2020 Regata de Qualificação Continental Brasil
17 a 19/05/2020 Regata Final de Qualificação Olímpica Suíça
08 a 10/05/2020 Regata Final de Qualificação Paralímpica Itália
Tanto nas Olimpíadas quanto nas Paralimpíadas, cada país pode classificar apenas um barco por prova masculina e feminina. As provas de remo terão paridade de gênero, com o mesmo número de atletas homens e mulheres competindo. No Mundial Sênior 2019, as vagas são conquistadas pelos barcos e os países podem mudar sua formação posteriormente. Nas regatas seguintes, as vagas classificam o barco e os ateltas.

VAGAS SÊNIOR 2019 REGATA CONTINENTAL REGATA FINAL
M2- 11 barcos --- 02 barcos
PR1 M1x 07 barcos 01 barco 01 barco
PR2 Mix2x 08 barcos --- 02 barcos
PR3Mix4+ 08 barcos --- 02 barcos
As despesas com passagens aéreas, hospedagem, alimentação, seguro, aluguel de barcos, diárias e seguro foram pagas pela CBR através de recursos da Lei Agnelo/Piva. Os projetos da CBR são auditados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os atletas Uncas Tales Batista, Vangelys Reinke e Emanuel Borges viajaram ao evento com recursos de seus clubes. Conforme definido no Boletim Técnico 09/2019, apenas provas disputadas em barcos olímpicos seriam custeadas pela CBR. A prestação de contas de todos os eventos internacionais está disponível no link Transparência.

Crédito das Imagens: Confederação Brasileira de Remo

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte


PARCEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE REMO

MormaiiConforpés


APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesWorld CenterNutrigenikDietpro

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroFISAWorld Rowing

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h