CBR - Confederação Brasileira de Remo

 

Remo Internacional

Para-Remo faz avaliação para o Mundial Indoor

A temporada 2014 do Para-Remo brasileiro já começou. Os candidatos a disputar o Mundial Indoor CRASH-B, nos Estados Unidos, e o Open de Remo Indoor, na França, ambos em fevereiro, têm até o próximo dia 15 para enviar à CBR os resultados dos testes do SNAR (Sistema Nacional de Avaliação do Remador). A Confederação vai arcar com os custos de passagem, alimentação e transporte interno para um ou dois atletas masculinos e femininos que mais se aproximarem dos índices de referência da modalidade.

“Estamos desenvolvendo na nova gestão da CBR um trabalho de assessoria e capacitação técnica visando à propagação e massificação da modalidade, em busca de uma maior competitividade interna e, consequentemente, maiores chances de conquistas nas próximas Paralimpíadas”, afirma Guilherme Soares, técnico da Confederação Brasileira de Remo (CBR), que tem visitado clubes em vários estados com intuito de avaliar a acessibilidade e conhecer as iniciativas para fomentar o esporte.

Praticada no Rio de Janeiro desde a década de 1980, com o nome de Remo Adaptado, a modalidade passou a ser identificada pela CBR como para-remo a fim de alinhá-la à denominação adotada pela FISA (para-rowing). O primeiro brasileiro a participar de competições internacionais foi catarinense Moacir Jorge Rauber, que disputou o Campeonato Mundial na Espanha, em 2004.

A modalidade estreou nos Jogos Paralímpicos em Pequim-2008. O Brasil estreou com nove atletas e conquistou um bronze no Double Skiff Misto, com Josiane Lima e Elton Santana. Três das quatro vagas brasileiras na Paralimpíada foram conquistadas em Munique, na Alemanha, um ano antes, quando Cláudia Santos, no Skiff Feminino, e Josiane Lima e Lucas Pagani, no Double Skiff Misto, ganharam os dois primeiros ouros do Brasil em Campeonatos Mundiais de Remo.

A presença no pódio tem sido frequente desde então. Em 2009, Josiane e Elton Santana ganharam a prata no Mundial da Polônia. No ano seguinte, Cláudia Santos também foi prata no Mundial da Nova Zelândia, e bronze na Copa do Mundo na Eslovênia.

Em 2011 o país mostrou força também no Mundial de Remo Indoor, com ouro de Josiane Lima e prata de Andre Dutra no Crash-B, nos Estados Unidos, e repetiu a dose em 2012, com ouros de Cláudia Santos e Antony Deraldo.

Mesmo sem medalha nos Jogos de Londres, 2012 foi um ano de vitórias também na água.  Luciano Luna conquistou a vaga paralímpica com ouro na Copa do Mundo na Sérvia, Josiane Lima com a prata e o Quatro Com LTA com o bronze na mesma competição, enquanto Cláudia Santos ficou em segundo na Copa do Mundo na Alemanha.

Em 2013, Claudia, que rema no Pinheiros, de São Paulo, trouxe o bronze do Mundial na Coréia do Sul. No Mundial Indoor, os brasileiros conquistaram um ouro, com Josiane Lima, e duas pratas, com Geovani Pinho e André Dutra, todos atletas do Aldo Luz, de Florianópolis. Além disso, em maio a equipe brasileira ganhou quatro pratas e três bronzes na tradicional Regata Internacional de Gavirate, na Itália, sendo a delegação com mais medalhas na competição.

Boletim Técnico 01/2013 - Para-Remo

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte


PARCEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE REMO

Conforpés


APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesWorld CenterNutrigenikDietpro

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroFISAWorld Rowing

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h