CBR - Confederação Brasileira de Remo

 

Remo Nacional

Manual de remo para jovens atletas é lançado em português

A Women’s Sport Network (WSNet), com apoio da Confederação Brasileira de Remo (CBR) e da Federação Internacional de Remo (FISA), lançou neste mês a versão em português do seu manual de remo para garotas. A publicação “Desenvolva Sua Performance no Remo” faz parte da coleção HerMojo, que encoraja o empoderamento feminino através do esporte.

O manual aborda técnicas de remo, imagem corporal, nutrição, menstruação e outros assuntos
O manual aborda técnicas de remo, imagem corporal, nutrição, menstruação e outros assuntos

O manual possui 50 páginas com informações para ajudar jovens remadoras a se tornarem atletas mais confiantes. Além de desenvolver as habilidades específicas do remo através de exercícios físicos, o manual apresenta tópicos sobre imagem corporal, nutrição, menstruação, ansiedade e prevenção de lesões. O material também possui capítulos especiais para orientar treinadores, treinadoras, pais e mães de jovens atletas.

Você pode adquirir seu manual através do site da WSNet pelo valor de R$ 3,99. Ele está disponível atualmente na loja virtual da Amazon e pode ser lido nos dispositivos Kindle, no aplicativo Kindle para computadores e no app Kindle para celulares. A renda obtida com a venda das publicações é utilizada pela WSNet na realização de novos projetos.

• Acesse o site da WSNet para comprar o seu manual de remo >>
• World Rowing e WSNet se unem para empoderar jovens atletas >>

O lançamento da versão em inglês, com apoio oficial da FISA, foi feito durante a Conferência de Treinadores realizada em Berlim, no mês de novembro. A CBR ajudou a WSNet na tradução do conteúdo para o português e na divulgação do manual no Brasil. Os manuais esportivos da WSNet também cobrem outros esportes, como rugby, badminton e futebol.

A vice-presidente da FISA, Tricia Smith, explica que um dos papéis das federações nacionais é promover a participação feminina no esporte. “Com este material, será possível discutir algumas questões importantes que impactam jovens remadoras e ajudar estas atletas a aumentarem suas oportunidades no remo. Se você puder praticar o remo em um ambiente positivo e inclusivo, as chances de você se tornar uma atleta de alto rendimento aumentam, além de se tornar uma mulher forte, empoderada e confiante.”

Capa da versão em português do manual disponível para download no site da WSNet
Capa da versão em português do manual disponível para download no site da WSNet



Empoderamento feminino através do esporte

A prática do remo e de outros esportes traz muitos benefícios no desenvolvimento físico e mental de jovens mulheres. Além de se tornarem atletas mais competentes, o objetivo da WSNet é empoderar essas meninas para que defendam a igualdade de gênero no esporte e assim ampliem essa confiança para outros aspectos de suas vidas.

A WSNet (sigla em inglês para Rede Feminina do Esporte) é uma cooperativa sem fins lucrativos formada por voluntários independentes, que já conta com mais de 100 mil participantes em suas atividades ao redor do mundo. Seu foco é promover a discussão e coordenar oportunidades relacionadas a inclusão de mulheres no esporte, trabalhando em parceria com o setor privado, ONGs, escolas, universidades e organizações.

Sally Kettle, uma das sócias-diretoras da WSNet, é uma experiente remadora. Ela foi a primeira mulher a atravessar o Oceano Atlântico duas vezes em um barco a remo! “Como atleta de esportes extremos, passei seis meses em um barco a remo, onde pude aprender mais sobre mim mesma. Muito desse conhecimento está incluído no manual, que considero ideal para meninas que querem se tornar remadoras de sucesso e mulheres confiantes.”

As seções do manual abordam diversos assuntos além da prática esportiva
As seções do manual abordam diversos assuntos além da prática esportiva



Igualdade de gênero no remo

O remo feminino apresentou um bom crescimento no Brasil nos últimos anos. Em 2017, havia 359 mulheres registradas no Sistema Integrado de Remo, banco de dados nacional da CBR. Em 2019, este número subiu para 521, um aumento de 45%. No entanto, ainda há muito espaço para crescer, pois o total de remadoras corresponde apenas a 25% de todos os atletas cadastrados na confederação.

No remo, a forma de treinamento e os equipamentos são iguais para homens e mulheres. Os ajustes feitos correspondem às características individuais de cada atleta. No remo paralímpico, as categorias PR2 (tronco e braços) e PR3 (pernas, tronco e braços) permitem a formação de barcos mistos. Na categoria Máster, também existem barco mistos.

Dicas sobre remoergômetro e técnicas na água são abordadas na seção Reme Bem
Dicas sobre remoergômetro e técnicas na água são abordadas na seção Reme Bem

Nos campeonatos mundiais e Jogos Olímpicos, as provas são separadas por sexo. Como parte do projeto para promover a igualdade de gênero, as provas de remo das Olimpíadas de Tóquio em 2020 contarão com um número igual de atletas homens e mulheres. O remo feminino faz parte dos jogos olímpicos desde 1976, mas foi apenas em 1985 que as provas femininas começaram a ser disputadas na distância oficial de 2000 metros.

Crédito das Imagens: CBR/WSNet

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte


PARCEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE REMO

MormaiiConforpés


APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesWorld CenterNutrigenikDietpro

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroFISAWorld Rowing

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h