Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

CTs Regionais do Remo4 realizados com sucesso em cinco estados

Encerrou neste domingo, 18/10, o primeiro Campo de Treinamento Regional do Programa Remo4, projeto da CBR para desenvolver talentos olímpicos nas categorias de base em barcos coletivos. Ao todo, 82 atletas participaram dos treinos em cinco polos, seguindo um plano de treinamento unificado e definido pelos Técnicos Líder Nacionais do programa.

Atletas limpam e preparam barcos para as atividades na Ilha do Pavão, em Porto Alegre
Atletas limpam e preparam barcos para as atividades na Ilha do Pavão, em Porto Alegre

O Coordenador Técnico da CBR, Marcello Varriale, parabenizou o comprometimento dos técnicos nos CTs: “Me faltam palavras para descrever o sucesso desta primeira realização prática de um projeto tão grande, com tantas pessoas envolvidas e que certamente tomará proporções gigantescas. Tenho certeza que os jovens que participaram, assim como os técnicos, experimentaram algo construtivo e que os motivará a buscar novos limites.”

“Sabemos, desde as nossas primeiras reuniões, que este projeto tem um potencial enorme, transformador, que poderá ser um grande diferencial para o futuro do remo brasileiro, para os clubes, para as federações e para as pessoas mais importantes de todo o nosso sistema: nossos esforçados e talentosos remadores! Todo projeto de potencial só atinge o sucesso quando tem pessoas comprometidas e talentosas envolvidas,” continua Marcello.

• As inscrições de atletas no programa Remo4 continuam. Inscreva-se! »
• Confira nos stories do Instagram vídeos e depoimentos dos atletas »


Esta foi a primeira atividade presencial do Remo4, que iniciou ainda em maio, durante a pandemia, e teve mais de 100 horas de reuniões virtuais para planejamento e capacitação. Para a primeira fase de implantação do programa, foram selecionados cinco polos regionais: Belém, Natal, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre.

O Programa Remo4 segue agora com o planejamento do primeiro CT Nacional, marcado para novembro, em Porto Alegre. Serão 28 atletas convocados para avaliações, padronização de remada e implantação da rotina de treinos, além de capacitação para os Técnicos Líder Regionais. As inscrições de remadores para o programa continuam em aberto e podem ser feitas a qualquer momento, mesmo que o atleta não more em um polo regional.



Polo Santa Catarina/Paraná


Barcos Quatro Sem e Oito Com durante o treinamento na Baía Norte, em Florianópolis
Barcos Quatro Sem e Oito Com durante o treinamento na Baía Norte, em Florianópolis

O CT do Polo SC/PR aconteceu em Florianópolis, de 11 a 17/10, com a presença de 21 atletas dos clubes Aldo Luz (SC), América (SC), Clube de Regatas Curitiba (PR), Martinelli (SC) e Riachuelo (SC), além de um atleta do Botafogo (RJ) e uma atleta do Vasco da Gama (RJ), moradores da capital catarinense. Junto com o Técnico Líder Regional, Roque Zimmermann, outros cinco técnicos participaram do treinamento.

A atleta Emily Julie Antunes de Souza, do CRC, conta que evoluiu muito durante os sete dias de treino: “Foi um experiência incrível poder remar com mais sete meninas e ver que o remo feminino está crescendo! Evoluí muito, inclusive consegui remar os dois bordos. Estar aqui e poder melhorar é muito importante, sinto que posso ser uma atleta de potência no futuro.”

Atletas durante treinamento funcional no Clube Martinelli, em Florianópolis
Atletas durante treinamento funcional no Clube Martinelli, em Florianópolis

Para o técnico Marco Moreira Martins, do Martinelli, a experiência permitiu aos técnicos ensinar a importância do trabalho em equipe e mostrar como os remadores podem se desenvolver no longo prazo. “Desde o primeiro dia houve muito engajamento e troca de experiência entre os atletas. Também colocamos eles em situações de desconforto, como trocar de bordo, assim eles conseguem visualizar outras formas de remar.”

Thainá Korpalski, do Aldo Luz, que aos 25 anos é atualmente a treinadora de remo mais jovem do país, comentou a importância da troca de experiências também entre os técnicos, já que isso se reflete na forma como os atletas enxergam o programa: “Os remadores estão bem engajados e comprometidos com o projeto, entenderam que a ideia é todos remarem juntos e contribuírem com a técnica do outro.”



Polo Rio Grande do Sul

Equipe do Polo RS do Programa Remo4 durante o Centro de Treinamento Regional
Equipe do Polo RS do Programa Remo4 durante o Centro de Treinamento Regional

O CT do Polo RS aconteceu em Porto Alegre, de 15 a 18/10, com a presença de 16 atletas dos clubes Centro Português (RS), Grêmio Náutico União (RS) e Guaíba-Porto Alegre (RS), além de seis atletas do Flamengo (RJ), moradores de Pelotas e atualmente filiados ao clube carioca. Sob o comando do técnico Oguerner Tissot, outros quatro treinadores participaram.

Uma das atletas convocados foi Mariana Macedo, do Flamengo, que também é atleta embaixadora do polo. Os embaixadores tem a nobre missão de inspirar os jovens remadores de sua região de origem, ajudando na progressão de carreira do grupo. Para ela, “foi muito boa a interação entre os clubes, a federação e os técnicos, todos trabalhando juntos. Tenho certeza que os próximos campos vão ser também muito legais.”

Atletas limpam e preparam barcos para as atividades na Ilha do Pavão, em Porto Alegre
Atletas limpam e preparam barcos para as atividades na Ilha do Pavão, em Porto Alegre

Quem também está com expectativas altas para a próximo edição do CT é o atletas Sebastian Solari, do Grêmio Náutico União. Ele, que já integrou a Seleção Brasileira de Remo, conta que a participação no CT irá trazer mais oportunidades para a carreira dos atletas. “Estou achando muito bom o fato de termos mais atletas integrados e treinando juntos. No futuro, quando estiverem na Seleção, os atletas que passaram pelo campo juntos, terão mais facilidade nos treinamos nacionais da Seleção.”

O técnico Manoel Hoff Azzi, do Grêmio Náutico União, conta que “o clube ficou muito feliz em poder ser sede do polo e já estamos pensando nos próximos encontros. Foram quatro dias de muito treino e muito aprendizado. Tivemos muita integração e muito sorriso no rosto!”



Polo Rio Grande do Norte/Pernambuco

O remador embaixador Emanuel Borges esteve presente no CT do Polo RN/PE
O remador embaixador Emanuel Borges esteve presente no CT do Polo RN/PE

O CT do Polo RN/PE aconteceu em Natal, entre 15 e 18/10, com 15 atletas dos clubes Potengy (RN) e Sport Club de Natal (RN). Também haviam dois atletas convocados de Pernambuco, mas infelizmente eles não puderam se deslocar até Natal. Além do Técnico Líder Regional, Fernando Madruga, participaram mais três técnicos dos clubes locais.

A troca de conhecimento entre os participantes foi um dos pontos elogiados pelo treinador Altair Souza Junior, do Potengy. “Foi muito interessante participar do campo. É importante essa interação entre os treinadores, podemos trocar conhecimento e absorver informações. Esperamos que no próximo campo o pessoal de Recife possa participar conosco.”

Palestra sobre assédio sexual no esporte com a sexóloga Keila Oliveira
Palestra sobre assédio sexual no esporte com a sexóloga Keila Oliveira

O treinador Luiz Felipe da Silva, do Sport Natal, explica que foi “uma experiência brilhante ao lado do técnico líder. Um momento de troca muito rico com palestras e interação entre treinadores e atletas, independentemente de seu clube.” O Polo RN/PE complementou as atividades com uma palestra sobre assédio sexual no esporte com a sexóloga Keila Oliveira.

Entre os atletas, a amizade foi o ponto de destaque. Julia Mello Pereira, do Potengy conta que, antes, os clubes não interagiam muito: “Eu achei bom porque acabou influenciando na humildade e confiança entre os atletas, pois não éramos muito unidos. Evoluímos durante estes dias.” Ana Beatriz Rocha, do Sport Natal, também ressaltou este ponto: ”Tivemos a experiência de mesclar os clubes, fazer novas amizades e testar novos barcos.”

Fernando madruga encerrou as atividades contando que “a cabeça do pessoal está fervilhando de ideias e com muita empolgação para o próximo CT. Saímos de um ponto bem inicial, mas vamos evoluir. Os remadores são novos, com muito futuro pela frente”



Polo Bahia/Sergipe/Espírito Santo

Atletas do Polo BA/SE/ES reunidos para o treinamento na Ribeira, em Salvador
Atletas do Polo BA/SE/ES reunidos para o treinamento na Ribeira, em Salvador

O Polo BA/SE/ES não pôde realizar um CT completo devido às restrições de treino nestes estados. Com autorização para utilizar apenas barcos pequenos, optaram por fazer treinos reduzidos e reuniões virtuais para análises técnicas e discussão entre os técnicos e atletas envolvidos. Na sede do polo, em Salvador, o Técnico Líder Regional, Antônio José dos Santos, reuniu 14 atletas dos clubes locais para um treino em conjunto.

O remador Bruno Lopo de Castro, do Esporte Clube Vitória (BA), conta que achou “uma ótima experiência pelo fato de juntar todos os clubes em um único objetivo: a evolução de todos.” Já Thaise Lorena Santos, do São Salvador (BA), tem boas expectativas para as remadoras: “Foi uma ótima oportunidade para todos, para a evolução de todos. Espero ter bons resultados e que a categoria feminina cresça!”

Treinos em barcos individuais e duplas estavam permitidos durante o CT em Salvador
Treinos em barcos individuais e duplas estavam permitidos durante o CT em Salvador

Para os próximos CTs, a equipe torce pela presenta dos atletas dos outros estados. Eduardo Martins, do Vitória, “espera que os atletas de outros estados possam vir para termos uma união ainda maior, para melhorar a experiência e as técnicas de cada um. Eu achei uma ótima oportunidade para mim como atleta.” A treinadora Marilene Barbosa, do São Salvador, considera que este tipo de treino é muito proveitoso para os atletas de pouca experiência. “Parabenizo os clubes São Salvado e Vitória pela participação!”



Polo Pará

Atletas do Polo PA durante treino de remoergômetro, em Belém
Atletas do Polo PA durante treino de remoergômetro, em Belém

No Polo PA, o CT foi realizado em Belém, entre os dias 15 e 18/10, com a participação de 22 atletas dos clubes Guajará (PA), Clube do Remo (PA) e Paysandu (PA). As atividades foram comandadas à distância pelo Técnico Líder Regional, Luiz Felipe da Silva, auxiliado pelo técnico Tony Marques, que liderou o projeto presencialmente com mais dois treinadores.

Para o remador Elias Silva Nonato, do Paysandu, a experiência “foi muito diferente, mas gostei bastante. Me sinto mais preparado para enfrentar outros desafios.” Ele também conta que pôde perceber quais aspectos precisa trabalhar mais: “Melhorar meu tempo e meu psicológico, porque isso me atrapalha bastante. Venho evoluindo de pouco em pouco.”

Equipe reunida com o presidente da Federação Paraense de Remo, Luciel Caxiado
Equipe reunida com o presidente da Federação Paraense de Remo, Luciel Caxiado

Rychelly Leandra Freira, do Clube do Remo, entendeu que tem potencial para melhorar: “Sou nova e sei que tenho muito a aprender com esse projeto. É uma grande satisfação poder participar de um evento dessa categoria, que teve a união dos clubes e todos estavam ali para mostrar o seu potencial, queríamos alcançar os mesmos objetivos. Em todos esses anos de remo nunca tivemos um evento desta magnitude.”

Crédito das Imagens: CBR/Divulgação

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte


PARCEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE REMO

Conforpés


APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

apoio-cbc-formadorWorld CenterNutrigenikDietpro

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h