CBR - Confederação Brasileira de Remo

 

Remo Internacional

Uncas Tales Batista é bicampeão no Mundial de Remo Sub 23

O Brasil encerrou sua participação no Mundial de Remo Sub 23 2018 com um resultado inédito: Uncas Tales Batista é bicampeão mundial na categoria Single Skiff Masculino Peso Leve Sub 23 (BLM1x). Uncas repetiu o pódio conquistado em 2017 e tornou-se o primeiro remador brasileiro a vencer um campeonato mundial por duas vezes consecutivas.

Uncas Tales Batista (centro) ao lado dos remadores da França (esquerda) e Austrália (direita)
Uncas Tales Batista (centro), ao lado dos remadores da França (esquerda) e Austrália (direita), sobe ao pódio para receber a medalha de ouro no Single Skiff Peso Leve Sub 23

Uncas iniciou no campeonato com o 1º lugar em sua bateria nas Eliminatórias e classificou-se para as Quartas de Final, conquistando novamente a 1ª posição. Na Semifinal, o remador teve uma disputa apertada com o barco australiano e ficou com a 2ª posição por apenas 0.37 segundo de diferença. Na Final A, chegou aos 500 metros na terceira posição, mas recuperou-se durante a prova e conquistou a medalha de ouro.

• Acesse os resultados oficiais do Mundial de Remo Sub 23 >>
• Terra: Uncas Batista leva ouro no Mundial Sub-23 de remo, na Polônia >>
• Globo Esporte: Uncas Tales Batista é bicampeão Mundial Sub 23 >>
• Olimpíada Todo Dia: Uncas Batista fatura a medalha de ouro >>

Em 2017, Uncas havia conquistado a medalha de ouro na mesma categoria, além de de ter batido o recorde da prova durante as Quartas de Final. O brasileiro é atualmente atleta do Botafogo (RJ), clube pelo qual venceu o Troféu Brasil de Barcos Curtos 2018 na categoria Single Skiff. Defendendo a Seleção Brasileira, Uncas também conquistou neste ano o título de campeão Sul-Americano de Remo no Single Skiff Peso Leve Sub 23.

Uncas Tales Batista comemora após terminar a Final A de sua prova com a primeira colocação
Uncas Tales Batista comemora após terminar a Final A de sua prova com a primeira colocação

Além de Uncas, o Brasil foi representado no Mundial de Remo Sub 23 2018 por mais dois atletas: Lucas Verthein no Single Skiff Masculino Sub 23 (BM1x) e Milena Viana no Single Skiff Feminino Sub 23 (BW1x). Lucas terminou sua participação com o 6ª lugar na Final A. O remador havia conquistado o 11ª lugar em 2017, evoluindo este ano cinco posições no ranking da categoria. Milena ficou com o 9º lugar geral da categoria. Em 2017, ela havia terminado na 18ª posição, demonstrando uma boa evolução para o resultado atual. 

ATLETASPROVARESULTADORANK
Uncas Tales Batista BLM1x 1º Lugar Final A 01
Lucas Verthein BM1x 6º Lugar Final A 06
Milena Viana Bw1x 3º Lugar Final B 09
O Campeonato Mundial de Remo Sub 23 2018 foi realizado em Poznan, na Polônia, entre os dias 21 e 29/07. Os atletas viajaram acompanhados pelos técnicos Paulo Vinícius Alves de Souza, do Botafogo (RJ), e Leonardo Cortes Cunha, do Flamengo (RJ). Após a participação na 3ª Etapa da Copa do Mundo, entre 13 e 15 de julho na Suíça, os três atletas e o técnico Paulo Vinícius viajaram para Poznan. Leonardo, que estava no Brasil, foi para a Polônia encontrar a equipe e iniciar o treinamento antes do início das provas.

2018-07 mundial-sb-07
Uncas Tales Batista (uniforme verde) em disputa pelo primeiro lugar com o barco australiano (uniforme amarelo) durante a Semifinal do Single Skiff Masculino Peso Leve Sub 23

O Mundial de Remo Sub 23 é aberto para remadores de todas as nacionalidades com até 23 anos de idade. O evento iniciou em 1976 com o nome de Seniors Match, mudando mais tarde para Nations Cup e finalmente para o formato atual, em 2005. Neste ano, foram disputadas no total 22 provas divididas igualmente entre homens e mulheres.

Os atletas receberam antes da viagem um kit que inclui Certificado Oficial de Convocação, camiseta Remo Brasil, uniforme Mormaii e garrafa térmica Hydrotank by Urbnsol. As empresas Mormaii e Urbnsol estão apoiando a Seleção Brasileira de Remo e forneceram os produtos sem custo. A camiseta e o certificado foram pagos com recursos próprios da CBR.

As despesas de passagem aérea, hospedagem, alimentação, aluguel de barcos e seguro foram pagas pela CBR através de recursos da Lei Agnelo/Piva. Os projetos da CBR são auditados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Acesse a prestação de contas de todos os eventos no link Transparência/Projetos.

Crédito das Imagens: Reprodução FISA/World Rowing

Patrocinadores Oficiais

logo-ME-verticalLei de Incentivo ao Esporte

Apoiadores e Parceiros

Hermes Pardini IGM Clínica do Exercício LaborSys Laboratório Santa Casa de Porto Alegre The Shore Floripa

Nutrigenik, Nutrição & Esporte Vista Medicina dos OlhosCésar Martins Cirurgia do Joelho Laboratório Santa Luzia

Comitê Brasileiro de ClubesWorld Center Mormaii Row To Win

Urbnsol
 Dietpro - Soluções em Nutrição e Rotulagem

Confederação Filiada

cob vpc rgb logocomite-olimpico-brasilieiro2FISA

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou Tube - Confederação Brasileira de RemoIssuu - Confederação Brasileira de Remo

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h