CBR - Confederação Brasileira de Remo

 

Remo Internacional

Uncas Tales Batista é bicampeão no Mundial de Remo Sub 23

O Brasil encerrou sua participação no Mundial de Remo Sub 23 2018 com um resultado inédito: Uncas Tales Batista é bicampeão mundial na categoria Single Skiff Masculino Peso Leve Sub 23 (BLM1x). Uncas repetiu o pódio conquistado em 2017 e tornou-se o primeiro remador brasileiro a vencer um campeonato mundial por duas vezes consecutivas.

Uncas Tales Batista (centro) ao lado dos remadores da França (esquerda) e Austrália (direita)
Uncas Tales Batista (centro), ao lado dos remadores da França (esquerda) e Austrália (direita), sobe ao pódio para receber a medalha de ouro no Single Skiff Peso Leve Sub 23

Uncas iniciou no campeonato com o 1º lugar em sua bateria nas Eliminatórias e classificou-se para as Quartas de Final, conquistando novamente a 1ª posição. Na Semifinal, o remador teve uma disputa apertada com o barco australiano e ficou com a 2ª posição por apenas 0.37 segundo de diferença. Na Final A, chegou aos 500 metros na terceira posição, mas recuperou-se durante a prova e conquistou a medalha de ouro.

• Acesse os resultados oficiais do Mundial de Remo Sub 23 >>
• Terra: Uncas Batista leva ouro no Mundial Sub-23 de remo, na Polônia >>
• Globo Esporte: Uncas Tales Batista é bicampeão Mundial Sub 23 >>
• Olimpíada Todo Dia: Uncas Batista fatura a medalha de ouro >>

Em 2017, Uncas havia conquistado a medalha de ouro na mesma categoria, além de de ter batido o recorde da prova durante as Quartas de Final. O brasileiro é atualmente atleta do Botafogo (RJ), clube pelo qual venceu o Troféu Brasil de Barcos Curtos 2018 na categoria Single Skiff. Defendendo a Seleção Brasileira, Uncas também conquistou neste ano o título de campeão Sul-Americano de Remo no Single Skiff Peso Leve Sub 23.

Uncas Tales Batista comemora após terminar a Final A de sua prova com a primeira colocação
Uncas Tales Batista comemora após terminar a Final A de sua prova com a primeira colocação

Além de Uncas, o Brasil foi representado no Mundial de Remo Sub 23 2018 por mais dois atletas: Lucas Verthein no Single Skiff Masculino Sub 23 (BM1x) e Milena Viana no Single Skiff Feminino Sub 23 (BW1x). Lucas terminou sua participação com o 6ª lugar na Final A. O remador havia conquistado o 11ª lugar em 2017, evoluindo este ano cinco posições no ranking da categoria. Milena ficou com o 9º lugar geral da categoria. Em 2017, ela havia terminado na 18ª posição, demonstrando uma boa evolução para o resultado atual. 

ATLETASPROVARESULTADORANK
Uncas Tales Batista BLM1x 1º Lugar Final A 01
Lucas Verthein BM1x 6º Lugar Final A 06
Milena Viana Bw1x 3º Lugar Final B 09
O Campeonato Mundial de Remo Sub 23 2018 foi realizado em Poznan, na Polônia, entre os dias 21 e 29/07. Os atletas viajaram acompanhados pelos técnicos Paulo Vinícius Alves de Souza, do Botafogo (RJ), e Leonardo Cortes Cunha, do Flamengo (RJ). Após a participação na 3ª Etapa da Copa do Mundo, entre 13 e 15 de julho na Suíça, os três atletas e o técnico Paulo Vinícius viajaram para Poznan. Leonardo, que estava no Brasil, foi para a Polônia encontrar a equipe e iniciar o treinamento antes do início das provas.

2018-07 mundial-sb-07
Uncas Tales Batista (uniforme verde) em disputa pelo primeiro lugar com o barco australiano (uniforme amarelo) durante a Semifinal do Single Skiff Masculino Peso Leve Sub 23

O Mundial de Remo Sub 23 é aberto para remadores de todas as nacionalidades com até 23 anos de idade. O evento iniciou em 1976 com o nome de Seniors Match, mudando mais tarde para Nations Cup e finalmente para o formato atual, em 2005. Neste ano, foram disputadas no total 22 provas divididas igualmente entre homens e mulheres.

Os atletas receberam antes da viagem um kit que inclui Certificado Oficial de Convocação, camiseta Remo Brasil, uniforme Mormaii e garrafa térmica Hydrotank by Urbnsol. As empresas Mormaii e Urbnsol estão apoiando a Seleção Brasileira de Remo e forneceram os produtos sem custo. A camiseta e o certificado foram pagos com recursos próprios da CBR.

As despesas de passagem aérea, hospedagem, alimentação, aluguel de barcos e seguro foram pagas pela CBR através de recursos da Lei Agnelo/Piva. Os projetos da CBR são auditados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Acesse a prestação de contas de todos os eventos no link Transparência/Projetos.

Crédito das Imagens: Reprodução FISA/World Rowing

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte


PARCEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE REMO

MormaiiConforpés


APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesWorld CenterNutrigenikDietpro

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroFISAWorld Rowing

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h