Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

Primeiro CT Nacional do Remo4 confirma o sucesso do programa

Duas semanas de intenso treinamento, atividades e integração confirmaram o sucesso do Remo4 durante o primeiro Campo de Treinamento Nacional do programa. O CT foi realizado na Ilha do Pavão, em Porto Alegre, sede do Grêmio Náutico União, entre os dias 01 e 14 de novembro, com a participação das equipes Júnior, Sub 23, Sênior e Pré-Olímpica.

Equipe Júnior e Sub 23 do Programa Remo4 em frente à sede do Grêmio Náutico União
Equipe Júnior e Sub 23 do Programa Remo4 em frente à sede do Grêmio Náutico União

Além dos atletas Júnior e Sub 23 convocados após a realização do CT Regional do Remo4 em outubro, participaram deste treinamento a equipe Sênior e os atletas em preparação para disputar a Regata Continental de Qualificação Olímpica para Tóquio. Na equipe Júnior e Sub 23 foram convocados 28 atletas (12 remadoras e 16 remadores, representando 10 clubes da Bahia, Distrito Federal, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

• Acesse a Galeria de Imagens para conferir mais fotos do CT Nacional »
• Assista aos vídeos do CT nos Stories do Instagram do Remo Brasil »


Na equipe Sênior foram convocados 13 atletas (5 remadoras e 8 remadores) e na equipe pré-olímpica 5 homens e 4 mulheres. Nove técnicos lideraram as atividades, juntamente com o gerente técnico da CBR, Marcello Varriale, e o head coach Bernhard Stomporowski. Do total de convocados, quatro atletas não puderam participar devido ao diagnóstico positivo de COVID-19 antes da viagem, procedimento obrigatório para integrar o CT.

Treino da equipe feminina do Remo4 no barco Oito Com com o técnico Roque Zimmermann
Treino da equipe feminina do Remo4 no barco Oito Com com o técnico Roque Zimmermann

Para a treinadora-líder nacional do Remo4, Letícia Muziol, o CT Nacional demonstrou o comprometimento dos atletas com o programa. “Todos foram respeitosos, determinados, guerreiros, conseguíamos ver no olho a alegria de estarem envolvidos nessa nova fase do remo brasileiro. Agora, cabe [aos atletas] levaram tudo o que aprenderam para os clubes e fazerem do nosso esporte cada vez mais forte e unido!”

O treinador-líder nacional Oguener Tissot destacou a integração como um dos pontos fortes do CT. “O treino de Oito Com refletiu com precisão o que o programa Remo4 almeja e projeta para o remo brasileiro: atletas Júnior, Sub 23 e Sênior, de ambos os gêneros, treinando juntos, com presença, vontade, atenção, harmonia, disciplina, excelência e com a intenção de extrair o melhor de cada companheiro e companheira no barco.”

As manhãs na ilha iniciavam com o despertar muscular e reunião pré-treino
As manhãs na ilha iniciavam com o despertar muscular e reunião pré-treino

O resultado do CT também repercutiu entre os integrante do Grêmio Náutico União (GNU), sede do Polo RS do programa. O vice-presidente da CBR, Marcos Polchowicz, agradeceu ao clube: “A direção do GNU está de parabéns por ter apoiado o CT, seguindo todos os protocolos determinados. Fazia tempo que eu não via os remadores e técnicos se dedicaram tanto num treinamento. Quanto mais gente envolvida, mais o pessoal se dedica.”

O gerente técnico da CBR, Marcello Varriale, fez um resumo positivo do CT: “O grupo do Remo4 realizou um treinamento incrível. Todos os técnicos fizeram um excelente trabalho com os 28 atletas de várias regiões do país. Tivemos o Remo4 Sênior em treinos coletivos, junto com os atletas Júnior e Sub 23, em um processo muito construtivo. E ainda o grupo de treinamento para o pré-olímpico. Além disso, tivemos uma excelente estadia, com boas refeições. Tudo que um CT de remo precisa para ter sucesso!”



Segurança dos Participantes

Antes da viagem para Porto Alegre, os participantes convocados ao CT Nacional precisaram apresentar testes negativos para COVID-19. Chegando à capital gaúcha, atletas e técnicos passaram por novos exames do tipo PCR, custeados pela CBR, para confirmar o diagnóstico negativo. Apenas uma atleta teve resultado positivo e foi afastada do treinamento.

Além da testagem, os participantes preenchiam diariamente um formulário digital para indicar se estavam com algum sintoma e utilizavam máscaras de proteção durante as atividades. As saídas durante este CT foram controladas, de modo a diminuir o contato com outras pessoas. Todo o treinamento seguiu o Protocolo de Retomada de Atividades da CBR.



Atividades Complementares

Para tornar a experiência mais enriquecedora aos atletas, a CBR organizou diversas atividades complementares. No dia 05/11, o técnico Thiago Almeida, mais conhecido como Capi, realizou uma palestra. Ele apresentou sua trajetória no remo e falou sobre a influência do esporte em sua vida. Como remador, representou a Seleção Brasileira em diversas ocasiões, incluindo os Jogos de Pequim 2008 e o Pan-Americano de Toronto 2015. Ele encerrou a carreira como atleta em 2017 e hoje é treinador no Riachuelo, em Florianópolis.

Fisioterapeuta Tarciso Santos realizando orientação e avaliação de mobilidade com os atletas
Fisioterapeuta Tarciso Santos realizando orientação e avaliação de mobilidade com os atletas

No dia 06/11, foi a vez do fisioterapeuta Tarciso Santos realizar uma palestra sobre fisioterapia esportiva. Ele conversou com a equipe sobre as principais lesões do esporte e a importância de um olhar preventivo no alto rendimento. O fisioterapeuta também realizou avaliação de mobilidade com os atletas do Remo4 para orientações específicas.

No dia 07/11, a conversa foi com Edson Filho sobre preparação mental no esponte. Professor de psicologia do esporte na Universidade de Boston, Edson conversou com os atletas sobre treinamento mental, ansiedade, motivação e trabalho em equipe. A palestra foi realizada pela internet, diretamente dos Estados Unidos.

A nutricionais Fernanda Donner alertou sobre os cuidados com o uso de suplementação
A nutricionais Fernanda Donner alertou sobre os cuidados com o uso de suplementação

No dia 10/11, os atletas das categorias Júnior e Sub 23 participaram de uma oficina sobre regulagem de barcos. Alinhando teoria e prática, a oficina foi conduzida pelos treinadores e abordou a importância dos atletas terem domínio e conhecimento sobre o tema. Entre os assuntos discutidos: aferição do barco, regulagem de pinos, tamanho dos remos, sistema de alavancas e possíveis consequências que um problema no barco podem ocasionar.

Para encerrar, a equipe recebeu a nutricionista Fernanda Donner para uma conversa sobre nutrição esportiva e avaliação antropométrica, realizada em todos os atletas nos dias 11 e 12/11. Entre os assuntos abordados, foco no equilíbrio alimentar e nos cuidados com uso de suplementação, principalmente para evitar substancias proibidas com risco de dopagem.

Crédito das Imagens: CBR/Divulgação

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte


PARCEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE REMO

Conforpés


APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

apoio-cbc-formadorWorld CenterNutrigenikDietpro

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h