Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

FRB e CBR comemoram o sucesso do Campeonato Brasileiro de Master

Quem não foi para este Campeonato Brasileiro de Remo, que aconteceu em Brasília, perdeu uma grande celebração do Remo! Agora só no ano que vem! Parabéns ao Minas Brasília pelo campeonato, ao Corinthians pelo segundo lugar e ao Crossrowing pela terceira colocação!!!

WhatsApp Image 2023-11-05 at 23.10.27


Obrigada aos clubes e atletas que participaram de norte ao sul do país!!! Vocês arrasaram!

Durante a confraternização, ao final do evento, presença ilustre do Secretário de Esporte e Lazer do Distrito Federal Renato Junqueira e do Subsecretário Carlos Pontes. Obrigada pelo apoio!

Quem também conquistou algumas medalhas nesse Campeonato foi o médico, professor e ex-Prefeito de Vitória, Luciano Rezende.

Parabéns à equipe da Federação de Brasília que são imparáveis! A presidente Lília Oliveira e o seu vice Clóvis Sherer. Se não estavam trabalhando na organização, estavam remando! Onde arrajam tanta energia?!

Obrigada a todos que contribuíram para o sucesso desse evento! Nos vemos no ano que vem!!! Próxima parada da temporada 2023?! Jovens Talentos !!! Ei, Grêmio Náutico União, estamos chegando!!!

O Campeonato Brasileiro Master invade as águas do Lago Paranoá, em Brasília!!!

O Campeonato Brasileiro Master invade as águas do Lago Paranoá, em Brasília!!! A Asa Norte, na raia do Braguetto, vai ser palco do evento com o maior número de provas do calendário nacional de 2023 !!! Hoje(03) são disputadas 58 provas. Presença marcada pelo Secretário de Esporte e Lazer Renato Junqueira e o subsecretário Carlos Pontes. A presidente da CBR, Magali Moreira, também esta presente, assim como a Presidente da Federação de Brasília, Lilia Oliveira, que compete nesse evento!

remo 005


Serão 300 atletas, de 19 clubes, na luta por medalhas! As primeiras equipes já estão na Capital do País fazendo os últimos preparativos para o Campeonato Brasileiro de Master que vai até domingo(5).

Logo no primeiro dia de competição, Odilon Maia Martins do Aldo Luz, faz sua estréia neste Brasileiro. O remador mais experiente, em atividade, do mundo não fugiu da luta!!! O primeiro atleta da categoria M em mundiais da World Rowing, mostra que está em dia com os treinamentos!


Nota de Falecimento: Nilton Silva Alonço


Com muito pesar, a Confederação Brasileira de Remo, comunica o falecimento de Nilton Silva Alonço, o Gauchinho, treinador timoneiro do Flamengo e da Seleção Brasileira.

gauchinho 03

Gauchinho, multi medalhista em estaduais e campeonatos brasileiros, chegou a ser quarto lugar nas Olimpíadas de Los Angeles em 1984. Timoneando o dois com de Walter Hime e Angelo Roso Neto. A última vez que o atleta vestiu as cores da Seleção Brasileira, em competições internacionais do remo clássico, foi no Pan-americano de 2007, no Rio de Janeiro, onde conquistou a medalha de prata, liderando o oito com timoneiro.

Em 2008, voltou aos Jogos Paralímpicos, timoneando o quatro com timoneiro misto PR3 da seleção brasileira.

Nilton Alonço foi um líder, treinador, atleta, e um dos principais timoneiros que influenciou e inspirou toda uma geração de remadores brasileiros. Gauchinho sempre será lembrado como uma referência no nosso esporte. Suas conquistas e exemplo serão eternos.

A Confederação Brasileira de Remo, se solidariza a família de Gauchinho nesse momento de dor e perda, que Deus conforte o coração de todos.

Dia 19 de outubro é o Dia Internacional do Combate ao Câncer de Mama


Nesse dia tão especial, temos o privilégio de contar a história de duas mulheres que enfrentaram preconceitos, estigmas e venceram o câncer de mama, porque a doença tem cura!

CA tem cura Ana

A primeira delas é a brasileira e gaúcha, foi presidente da RemoSul por dois mandatos, atual diretora do CR Vasco da Gama- RS , remadora master, árbitra de remo e atleta de vôlei, Ana Valesca Hoerlle.

A então jogadora de vôlei e recém formada, Ana Valesca, conheceu o remo através da faculdade de Educação Física e seu primeiro emprego foi no GNU durante os anos 90. Anos depois, em 2011, em resultado de uma mamografia de rotina, descobriu o câncer de mama e aí começou um novo ciclo, uma batalha pela sua própria vida.

"Eu não parei de trabalhar em momento algum, só nos dias de quimio e dois dias após as sessões. Não queria que as pessoas soubessem que estava doente, porque não queria ninguém sentindo pena de mim. Logo no início da quimioterapia achei uma peruca igual ao meu cabelo e segui em frente", relembra Ana.

A dirigente ressalta a importância da mamografia e exames de rotina para a saúde da mulher. "Meu câncer era bem interno, só com o autoexame eu não teria descoberto. Exames anuais são de extrema importância. Se eu não tivesse feito, só teria descoberto muito tempo depois e aí a história poderia ser outra", explica a árbitra.

Screenshot 20231017 202927 Instagram

Ana Valesca passou por sessões de quimioterapia, cirurgia para a retirada o tumor e cinco anos de quimioterapia oral, para prevenção do retorno do câncer de mama. Hoje, Ana esta livre do câncer e segue sua vida bem ativa!  Do jeito que ela gosta!

"Eu me lembro que voltei a treinar e competir no momento que a quimio terminou! Tinha um medo danado que a peruca caísse no meio dos jogos, mas eu ia à luta! Eu confesso que durante toda a minha jornada com o tratamento, a única vez que chorei foi quando meu cabelo começou a cair porque você espera que não vá acontecer.", afirma a atleta.

Ana Valesca, enquanto estava a frente da Remosul, realizava todo mês de outubro uma regata para chamar atenção que o câncer de mama tem cura. Quebrando tabus e estigmas de pacientes que sobreviveram a esta doença, a dirigente está em paz com sua história e a conta com a resiliência feminina, sabendo a grande importância da conscientização para a doença.

" No início, as provas eram só femininas e os homens ajudavam, ficando no apoio. Com o tempo, fizemos provas mistas também. Todos competiam de rosa. Durante a regata, fazíamos um evento paralelo. Teve um ano que a palestra foi da Imama, Instituto da Mama do Rio Grande do Sul", conta Ana Valesca.

Screenshot 20231017 203350 Instagram

Para quem está enfrentando a doença agora, a árbitra de remo deixa um conselho: "Não fique sozinha, não se isole. Mantenha seu astral sempre alto, á muito importante não desanimar nunca! Não fique com pena de ti. Coloca sempre uma música quando estiver em casa, não perde a vaidade, tudo passa. Essa fase vai passar também", aconselha a vitoriosa Ana.

Doze anos depois é fato que Ana Valesca venceu o câncer de mama e apesar de ser discreta com sua história, a dirigente sempre faz eventos, seja no remo, no vôlei ou na Secretaria do Estado em que trabalha, para a conscientização que o câncer de mama tem cura e a importância da mamografia para a saúde da mulher. Tem que fazer uma vez por ano!

Definida Seleção para o Mundial de Belgrado

14/08

Este ano o Mundial da World Rowing define as primeiras vagas para os Jogos de Paris 2024. Como não poderia deixar de ser, os nossos representantes da Seleção Brasileira de Para-Remo vão com tudo pelas tão sonhadas vagas !!

PR3 2x

No PR1 a nossa Claudia Santos do Pinheiros , a Claudinha, e Renê Pereira (São Salvador), o nosso Doutor, brigam pelas vagas no 1x de cada gênero.

Já na categoria PR2, no double skiff mix, Leandro Sagaz (Riachuelo) e Gessyca Guerra (Flamengo) entram para carimbar seus passaportes para Paris. Depois de uma final impressionante na segunda etapa da Copa do Mundo, em Varese, e muitos elogios por parte dos comentaristas da World Rowing, a nossa dupla dinâmica promete muita luta e remadas firmes!!!

No PR3, a formação do double skiff Mix bi campeã mundial está de volta com Jairo Klug (Pinheiros) e Diana Barcellos (Flamengo). Boa Sorte aos nossos super atletas que fazem desse esporte a nossa paixão nacional.

A Seleção Brasileira foi definida em processos seletivos e critérios definidos em acordo com Comissão Técnica formada por treinadores de diversos clubes brasileiros.

O Mundial da World Rowing acontece entre os dias três e 10 de setembro, em Belgrado, Sérvia.

HALL DA FAMA: Feliz Dia dos Pais!


Pais que remam, treinam, ensinam e inspiram! Parabéns a cada pai que faz o esporte dentro e fora da água!

Neste dia dos pais a CBR celebra a vida e trabalho de Arnaldo Brant que escreveu o remo dentro do DNA de sua família.

post dia dos pais com logo


Remador por amor, treinador por dedicação e professor por excelência. Arnaldo Brant formou e influenciou atletas . Deixando um legado de conhecimento e amor pelo esporte que perdura por gerações de sua família.

Confira aqui a matéria do Hall da Fama na íntegra

Inspirou muitos, principalmente, sua filha, Claudia Marina que se tornou uma das remadoras pioneiras do remo carioca.

Feliz dia dos Pais!!!

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte

APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesNutrigenikDietpro Rio CVB

FORNECEDORES OFICIAIS 

Swift Racing

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 611
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h